Atendimento:
(11) 3259-7049

contato@gamito.com.br

Brasileiros demoram para voltar ao ritmo de trabalho após férias, diz pesquisa

Os profissionais brasileiros estão entre os que mais demoram em voltar aos padrões normais de trabalho após as férias, segundo pesquisa global da consultoria Robert Half. Na média mundial, 74% dos entrevistados revelam que o ritmo normal é recuperado em até dois dias, enquanto no Brasil o índice é de 58% para esta faixa de tempo.

O levantamento foi realizado com 1.777 diretores de RH de 15 países e grandes centros, sendo que no Brasil, 100 profissionais foram ouvidos.

De acordo com a pesquisa, 29% dos diretores de RH brasileiros dizem que os profissionais demoram entre três e quatro dias para retomar o padrão habitual de trabalho após as férias.

Dentre todos os países e grandes centros pesquisados, o Brasil é que o aparece com maior índice nesta faixa de tempo. E 11% dos entrevistados do país registram que os colaboradores tardam em até uma semana.

Na média mundial, apenas 18% dos entrevistados disseram que os profissionais demoram entre três e quatro dias para retornar ao ritmo normal e 7% até uma semana.

A pesquisa também avaliou como a carga de trabalho é gerenciada quando membros da equipe estão de férias. A principal maneira de administrar a demanda é delegando tarefas para outros funcionários, de acordo com 72% dos diretores de RH brasileiros e 66%, na média mundial.

A segunda opção mais escolhida é a que os gerentes assumem as responsabilidades (34%). Para 28% dos entrevistados brasileiros, quando membros da equipe estão de férias os prazos são perdidos, enquanto na média mundial apenas 20% apontaram esta opção.

Um em cada cinco diretores de RH do Brasil apontaram ainda que os projetos são colocados em espera nessas situações.

Fonte Folha de São Paulo

Notícias


Av. Paulista, 2202 6º andar, cj. 61 - Cerqueira César - CEP 01310-300 - São Paulo-SP / Tel: (11) 3259-7049 / E-mail: contato@gamito.com.br